segunda-feira, 24 de abril de 2017

SCI MS realiza curso Sped ECD

Dia 8 de abril, aconteceu em Campo Grande MS, o curso para capacitar profissionais na elaboração da Escrituração Contábil Digital, o Sped ECD. 
O evento contou com a participação e parceria dos empresários Rafael Barbosa, proprietário da InserTI Tecnologia da Informação e Robinson Holsbach da Technics Soluções para redes de computadores,  que apresentaram soluções em segurança digital, face as últimas notícias de sequestro de dados que atingiram diversas empresas no Brasil e no mundo.
Diego Francisco - Consultor SCI Sistemas Contábeis MS, Rafael Barbosa - Diretor InserTI Tecnologia da Informação, Adauto Leite - Diretor SCI Sistemas Contábeis MS, Robinson Holsbach - Diretor da Technics - Soluções para redes de computadores

segunda-feira, 17 de abril de 2017

SCI Rio e Grupo MS - Programação de ABRIL e MAIO de 2017


Confira a agenda de cursos e workshops para o mês de ABRIL E MAIO:

CURSO DE FORMAÇÃO DE ANALISTA DE DEPARTAMENTO PESSOAL PLENO (TURMA B)
Data: Dias 13, 20 e 27/05 e 10/06/2017
Horário: 08:30 às 17:30 - (36 Horas/aula) - Sábados
Local: GRUPO MS/CCAQ - Rua Getúlio Vargas, 150 - 2º andar -  Miramar – Macaé/RJ

CURSO DE FORMAÇÃO DE ANALISTA FISCAL PLENO (TURMA B)
Data: Inicio dia 08/05/2017
Horário: 18:30 às 21:30 (36 Horas/aula) - Segundas e Quartas-feiras
Local: GRUPO MS/CCAQ - Rua Getúlio Vargas, 150 - 2º andar - Miramar – Macaé/RJ

WORKSHOP GRATUITO SOBRE EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS NF-e e NFC-e
Data: 11/05/2017
Horário: 14:30 às 17:30 
Local: São Pedro de Aldeia/RJ 

CURSO PRESENCIAL DE CAPACITAÇÃO FISCAL NAS OPERAÇÕES COM PRODUTOS E MERCADORIAS
Data: 29/04/2017
Horário: das 09h00 às 18h00. sábados
Local: GRUPO MS/CCAQ - Rua Getúlio Vargas, 150 -  2º andar  - Miramar – Macaé/RJ

CURSO PRESENCIAL DE TÉCNICAS DE ALMOXARIFADO E GESTÃO DE ESTOQUES
Data: Dias 16, 18, 23 e 25/05/2017
Horário: 18:00 às 21:00
Local: GRUPO MS/CCAQ - Rua Getúlio Vargas, 150 - 2º andar - Miramar – Macaé/RJ

Descontos Especiais nos cursos para Clientes e Estudantes

Participação Gratuita para Cliente SCI SISTEMAS CONTÁBEIS

ATENÇÃO: BOLSA COM DESCONTO DE 70%, COM PAGAMENTO À VISTA, ATÉ DIA 18/04/207
APENAS 05 VAGAS NO CURSO, APROVEITEM!!

PROGRAMAÇÃO COMPLETA NO SITE: www.planoqualificadogrupoms.com.br

Informações e Inscrições:
Telefones: 22 2762-3375 / 22 99850-8368
marciosantos@ccaqfacil.com.br

Conte sempre com a SCI!!!

terça-feira, 11 de abril de 2017

Treinamento DIFAL

A SCI em parceria com a Infolex estará realizando um treinamento via EAD de DIFAL-Diferencial de aliquotas, no dia 23 de MAIO das 9h às 12h. CLIENTE SCI TEM PREÇO ESPECIAL!
 Clique aqui e faça a sua inscrição!

segunda-feira, 10 de abril de 2017

SCI no Mulher Empresária

Durante o 6º Evento da Mulher Empresária a SCI recebeu em seu stand o presidente do Sescon RJ, Arnaldo dos Santos Júnior e o empresário contábil, Manoel Domingues e Pinho, da empresa de contabilidade Domingues e Pinho da cidade do Rio de Janeiro.

SCI no 1º JOCONTESC

Vai acontecer dias 16 e 17 de junho de 2017, o 1º JOCONTESC, Jogos dos Contabilistas do Estado de Santa Catarina, que terá como sede a cidade de Jaraguá do Sul. 
Elinton Marçal, diretor de tecnologia e marketing da SCI, comentou sobre a parceria com a Fecontesc: "Eu quero convidar os contadores do Estado de Santa Catarina para entrarem na história juntamente com a SCI, sendo participantes do 1º JOCONTESC. Será muito legal... inesquecível!".

Jogos dos Contabilistas Catarinenses - Inscrições abertas

Já estão abertas as inscrições para a primeira edição dos Jogos dos Contabilistas do Estado de Santa Catarina (Jocontesc), que vai reunir mais de 150 atletas em Jaraguá do Sul, de 16 a 17 de junho. Os interessados devem procurar o Sindicato dos Contabilistas de sua região para se inscrever. A taxa é de R$ 100,00 por atleta. Estão aptos a participar todos os profissionais da contabilidade com registro em dia no Conselho Regional de Contabilidade (CRCSC) e quites com a contribuição sindical.

O evento é promovido pela Federação dos Contabilistas de Santa Catarina (Fecontesc), entidade que reúne 23 Sindicatos, que representam mais de 22 mil profissionais. O Jocontesc conta com o patrocínio da SCI  Sistemas Contábeis, Sescons Grande Florianópolis e Santa Catarina e Floripana corretora de Seguros, bem como com o apoio da Prefeitura de Jaraguá do Sul, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau, Sesc e Contabilidade na TV.

Haverá disputas em sete modalidades: Futebol Suíço Senior; Bocha (livre);  Bolão (livre); Tênis de Quadra de Saibro (livre); Tênis de Mesa (livre); Canastra (livre) e Truco (livre).

Para o presidente da Fecontesc, Tadeu Oneda, os jogos têm por objetivo fortalecer, através do esporte, os laços de amizade e o espírito de equipe entre a classe contábil catarinense. O diretor de Eventos Esportivos da entidade e coordenador da Comissão Organizadora, Rodrigo Rhenius de Oliveira, destaca que este primeiro evento está sendo cuidadosamente preparado, para que se consolide de forma permanente no calendário contábil do Estado.

Para acessar o regulamento clique https://goo.gl/bhkFTA
Para acessar a ficha de inscrição clique https://goo.gl/v0r0o3

Fonte Assessoria de Comunicação Fecontesc / Jornalista Márcia Quartiero

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Treinamento de líderes SCI

Aconteceu nesta sexta-feira o treinamento de líderes da SCI Blumenau, coordenado pelo diretor administrativo, Everton Marçal e o departamento de Recursos Humanos.
A SCI investe cada vez mais na gestão e, sem dúvida, uma boa gestão é feita por pessoas capacitadas e motivadas, começando pelos líderes e por eles, se estendendo a cada um dos colaboradores. Para conquistar excelência neste aspecto, a SCI trabalha em equipe, constantemente, nas necessidades e resoluções para as mais diversas situações do dia a dia. O reflexo disso se dá nos produtos e no atendimento cada vez mais qualificado e inovador.

Pinga Fogo da Fecon MG em abril

A Fecon MG, juntamente, com a SCI MG e Omie convidam você para o encontro entre profissionais e estudantes da contabilidade deste mês de abril. Com palestras sobre temas atuais, o Pinga Fogo é um espaço criado, especialmente, para discutir e sanar dúvidas sobre as atividades contábeis. Confira a programação:
Assuntos Abordados
- Relação empregado e supervisor  
- Poder disciplinar
- Natureza de punição
- Formas e limites de punição
- Empregado estável
- Coordenação
- Recusa e justa causa

Sobre o palestrante
Donizetti França - advogado, especialista em Direito do Trabalho, assessor jurídico e professor do SETCOM.

Informações 
Data: 27 de abril
Horário: das 19h às 21h
Local: FECON - Avenida Afonso Pena, 867 - 6º andar - Belo Horizonte/MG
Entrada: doação de 1kg de alimento não perecível


terça-feira, 4 de abril de 2017

Sescon SP promove almoço com Dória

O Sescon SP apoia projetos sociais e homenageia o prefeito de São Paulo, João Dória. O presidente do Sescon SP, Márcio Shimomoto, anunciou que inicialmente irá apoiar na construção de 3 creches. O almoço foi realizado na sede do Sescon SP com a presença da diretoria e alguns diretores de empresas parceiras.
O diretor de tecnologia e marketing da SCI, Elinton Marçal, esteve presente no evento prestigiando a parceria. Marçal comentou sobre o evento: "Me senti muito prestigiado pelo convite, pois eram poucas as pessoas presentes. Apesar de um ambiente empresarial, Dória me surpreendeu, pois em 30 minutos ele falou apenas de projetos sociais, para melhorar a vida de todos em São Paulo".
Na foto abaixo o presidente do Sescon SP, Marcio Shimomoto, entregou uma placa homenageando o prefeito.

SCI prestigia palestra em Santos

O Sescon Baixada Santista em parceria com a SCI, realizou no último dia 29, palestra referente a "Declaração de Final de Espólio" com o palestrante, Dr. Valter Aparecido Koppe, auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Cursos ON-LINE SCI para clientes - ABRIL 2017

Prezado cliente,
Os cursos de capacitação on-line são exclusivos para os operadores dos sistemas SCI.
Uma grande oportunidade para esclarecer dúvidas importantes sobre os temas tratados.
Confira a agenda no mês de ABRIL:

Sistema de gestão para empresas contábeis SCI Visual Controller:    
10/04/17 das 10:00 às 12:00 - Módulo 1 para iniciantes  
11/04/17 das 10:00 às 12:00 - Módulo 2 para iniciantes

Sistema de contabilidade SCI Visual Sucessor: 
12/04/17 das 15:30 às 17:30 - Sped Contábil ECD  
26/04/17 das 10:00 às 12:00 - Sped Contábil ECD

Sistema de folha de pagamento SCI Visual Practice: 
17/04/17 das 15:30 às 17:30 - Lançamentos cartão Ponto
18/04/17 das 15:30 às 17:30 - Folha por tomadores x Folha por centro de custo  
20/04/17 das 15:30 às 17:30 - Horista especial

Sistema de escrita fiscal SCI Visual Suprema: 
25/04/17 das 15:30 às 17:30 - Integração contábil
26/04/17 das 15:30 às 17:30 - Bloco P
27/04/17 das 15:30 às 17:30 - Ativo Imobilizado
28/04/17 das 15:30 às 17:30 - DCTF, Sicalc e Fórmulas

VEJA TAMBÉM

Demonstrações comerciais GRATUITAS ao vivo via internet: 
20/04/17 das 10:30 às 12:00 - Demonstração EAD de tecnologias WEB SCI  
20/04/17 das 14:30 às 17:00 - Demonstração EAD dos sistemas contábeis SCI para NÃO CLIENTES
Indique para amigos!

As vagas são limitadas! Faça já a sua inscrição na área do cliente em agenda de cursos!

O SUPORTE/ATENDIMENTO NÃO É PARA FAZER TREINAMENTO, É PARA RESOLVER PEQUENAS DÚVIDAS DE OPERADORES DEVIDAMENTE TREINADOS. USAR O SUPORTE PARA FAZER TREINAMENTO PREJUDICA TODOS OS CLIENTES DA SCI GERANDO FILA DE ATENDIMENTO. PENSE COLETIVO!

IMPORTANTE:  
- A SCI se reserva no direito da NÃO realização do evento, caso haja algum imprevisto, neste caso os inscritos serão avisados;
- Somente serão aceitas inscrições feitas através do site da SCI;
- A inscrição será aceita após confirmação no formulário posterior a este;
- Os valores serão faturados via boleto bancário na próxima fatura após confirmação da inscrição;
- As inscrições não podem ser canceladas após o fechamento de turma; ou seja, na semana do curso;
- Inscrições feitas serão cobradas mesmo se o inscrito não comparecer, pois trata-se de um investimento e uma vaga reservada.
- O valor da multa de não comparecimento é igual ao da inscrição, no caso de cursos gratuitos será cobrado 15% do valor do salário mínimo; e
- A sua participação é fundamental, pois os cursos de atualização aprimoram o conhecimento diminuindo as suas dúvidas diárias e aperfeiçoando a utilização de novos recursos. Esperamos por você!

Para mais informações entre em contato com Alice Maria Milbratz pelo e-mail secretaria@sci10.com.br.

Segunda é dia de treinamento na SCI!

Os sistemas contábeis nos últimos anos viraram grandes softwares contendo muita tecnologia e recursos. A SCI se preocupa com esta situação e por isso não cansa de divulgar, que não existe como uma empresa ser bem sucedida, sem investimento em treinamento.
parte da equipe de suporte do ÚNICO em Blumenau
O trabalho da SCI é ser organizada e fazer o que tem que ser feito, ou seja, conhecer as suas necessidades, desenvolver ferramentas para atendê-las e deixar nossa equipe alinhada para dar o melhor atendimento. Para ter uma ideia, todas as segundas-feiras no início da manhã, das 8h às 10h30, nossos profissionais de atendimento fazem uma reciclagem, onde ficam sabendo o que foi mudado nas últimas versões e outras inovações que ajudam as empresas contábeis. Isso aprimora os serviços que prestamos a todos os clientes.

Cada vez mais o mesmo conceito de uma empresa de software se aplica no dia a dia das empresas contábeis. Para oferecer bons serviços e ter produtividade é preciso investir constantemente em treinamento. 

A SCI vem trabalhando há muitos anos nesta área, por isso oferece ferramentas fundamentais para que os clientes tenham fácil acesso a estes treinamentos. Um dos formatos são os cursos diários via EAD, sempre ao vivo e interativos, estes cursos tem um valor de investimento simbólico, que começa em R$5,00 a hora, para que haja comprometimento com as presenças. 

Mas, além disso, a SCI oferece uma ferramenta gratuita sensacional, onde você acessa os conteúdos "on demand", por tema, são os vídeos da TV SCI. A TV SCI é a maior TV corporativa do mundo contábil, com uma biblioteca com mais de 1000 vídeos de treinamento, tudo separado por setores e assuntos distintos, ou seja, é fácil achar o conteúdo que você precisa e os vídeos são curtos, indo diretamente ao tema.

A realidade é que milhares de empresas contábeis estão acabando. E você que deseja levar sua empresa contábil ao crescimento tem que entender o porquê disso. O principal motivo é falta de informação, de conhecimento em novas regras do mundo contábil e de investimento em treinamento. Como ter produtividade se as pessoas que trabalham para você não tem conhecimento?

Não aceite falta de tempo como justificativa, pois senão a sua empresa poderá ser a próxima fazer parte desta péssima estatística. Organize a sua equipe e faça ela ser produtiva e eficiente investindo em treinamento.

Treinamento inteligente da SCI! Você precisa, a gente tem!

domingo, 2 de abril de 2017

Curso de Sped ECD no SCI Visual Sucessor

A SCI Sistemas Contábeis MS constantemente preocupada que seus clientes tirem o máximo de proveito de nossas ferramentas traz o curso para a elaboração do SPED ECD no contábil SCI Visual Sucessor.

O Curso tem como objetivo capacitar nossos clientes a prepararem as informações necessárias para gerar o arquivo da declaração à Receita Federal.

A abordagem terá como tópicos, a conferência de cadastros e preparações dos planos de contas, livros auxiliares ao diário, entre outros.

30 anos do Sescon RJ

Dia especial para classe contábil do Rio de Janeiro com a presença de lideranças de todo Brasil. Neste 24 de março foi comemorado os 30 anos do Sescon RJ e a posse da nova diretoria no Iate Clube do Rio de Janeiro. 
Juntamente com a celebração dos 30 anos aconteceu a posse do presidente do Sescon RJ, Arnaldo dos Santos Júnior. Na foto abaixo o diretor da SCI RIO, Sérgio Luparelli e o diretor de tecnologia e marketing da SCI, Elinton Marçal juntamente com o presidente Arnaldo.
Na foto abaixo os diretores da SCI juntamente com o presidentes da Fenacon, Mario Berti e o presidente do Sescon SP, Márcio Shimomoto.

sexta-feira, 31 de março de 2017

Sescon Baixada Santista promove palestra sobre Imposto de Renda Pessoa Física

O Sescon Baixada Santista realizou no último dia 24, palestra sobre "Imposto de Renda Pessoa Física". O evento aconteceu na sede da entidade.
Aproximadamente 45 pessoas participaram e tiraram dúvidas sobre a Declaração do Imposto de Renda.
A SCI foi a patrocinadora do evento.
Ganhador do sorteio de um certificado digital Sr. Wilson Roberto Batista de Meneses
e Paulo Roberto Soares da Silva  SCI Santos

Tirar a desoneração não é aumentar impostos?

A desonoreração da folha de pagamento, também conhecida como substituição da Contribuição Previdenciária Patronal, é na verdade a Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB). Desde 2011 a CPRB substitui o pagamento do INSS das empresas sobre os empregados. Desta forma o empregador não paga mais um percentual sobre a folha de pagamento e sim sobre o faturamento da empresa.
Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles - Foto: Agência Brasil
Este benefício para as empresas foi criado para aumentar o número de empregos e diminuir o valor dos produtos finais. No começo, em 2011, somente as indústrias podiam trabalhar com desoneração da folha, mas o benefício foi se estendendo, chegando ao comércio e serviços. 

No início o valor pago girava entre 1% e 2% sobre o faturamento bruto das empresas, ou seja, quanto maior o lucro, mais impostos o governo recebia, independente do número de empregados. Em 2015 este percentual subiu para até 4,5%, deixando de ser vantajoso para diversas empresas, com isso o governo permitiu que a escolha fosse opcional, ou seja, entrava para o regime de desoneração quem quisesse. Muitas empresas optarem pela volta da oneração na folha de pagamento, cujo valor a ser pago em impostos seria menor.

Em 2014 eram cerca de 84 mil empresas trabalhando com a desoneração da folha de pagamento. O benefício atende hoje a mais de 50 segmentos da economia e a mudança para 90 dias deve afetar consideravelmente a economia do país, isso é o que acredita o sócio fundador da Solutta Contábil, Erick Pomin: "Teremos um forte impacto, pois sabemos que o custo previdenciário é absurdo e quem é empregador sabe o quanto isso pesa na composição de custos. As empresas terão que readequar suas planilhas e custos, vão ter que aumentar seus preços e isso, com certeza, vai chegar ao consumidor final. Ou as empresas vão passar a dever para o INSS e este órgão vai continuar com problema de caixa, pois é um tributo que é praticamente impagável, por isso acredito que o Governo acertou quando fez a desoneração da folha, foi um movimento mostrando que o tributos podiam ser menores, e agora eles vão na linha contrária, aumentando, ou voltando para as cobranças que já eram praticadas, muitas vezes até empurrando o empregador para a informalidade".

O Ministro da Fazenda Henrique Meirelles ao anunciar a volta da oneração da folha de pagamento deixou de fora alguns segmentos, pois para a equipe econômica são setores intensivos de mão de obra e por isso devem ajudar na recuperação econômica do país. Desta forma os setores que continuam com o benefício da desoneração são: transporte rodoviário coletivo de passageiros (ônibus); transporte metroviário e ferroviário de passageiros (metrô e trem); construção civil e obras de infra-estrutura; e comunicação (rádio, TV, prestação de serviços de informação, edição e edição integrada à edição). Todos os demais perdem o benefício. A medida entrará em vigor 90 dias após a data de publicação no Diário Oficial da União. O fim da desoneração terá impacto de R$ 4,8 bilhões nas contas do governo, o qual deve cobrir um rombo de R$ 139 bilhões.

Para Valdir Pietrobon, diretor político e parlamentar da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas - Fenacon, teremos um aumento do desemprego e mais sofrimento para as empresas, levando muitas delas a quebrar em função disso. Ele garante que "a Fenacon vai lutar para que isso não vingue". 

Para o setor de TI, do qual dependem muitas empresas, a reoneração terá um grande impacto. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), no período de vigência da desoneração da folha de pagamento, entre 2010 e 2014, o setor contratou 76 mil profissionais altamente especializados, formalizando vínculos e atingindo um total de 874 mil trabalhadores. A remuneração no período cresceu à taxa superior a própria receita. A partir de 2015, até o final de 2016, o setor devolveu ao mercado 49 mil trabalhadores, cerca de 64% do que construíra em quatro anos.

Elinton Marçal, diretor de tecnologia e marketing da SCI Sistemas Contábeis explica a situação: "Ao longo do tempo temos tido oscilações que geram incertezas sobre a forma como administrar os negócios. Em 2010 tivemos a desoneração onde deixamos de pagar 20% de impostos sobre a folha de pagamento e passamos a pagar 2% sobre o faturamento, o que eu acho muito justo. Com isso nos planejamos e aumentamos muito o número de contratações, sem dúvida um reflexo extremamente positivo para a economia. No primeiro ano do segundo mandato da presidente Dilma houve um retrocesso com relação a isso, pois de 2% passamos a pagar 4.5% sobre o faturamento, agora o impacto será um desastre, pois as empresas que contratam serão penalizadas tendo que pagar 20% sobre a folha novamente. Acredito que o governo deva pensar em outras soluções, afinal não estamos mais no período Feudal, onde tudo era solucionado com aumento de impostos, gerando mais pobreza e desemprego. Que tal "cortar da própria carne"? O Governo tem problemas de gestão e nós é que devemos pagar por isso? Temos que reagir! Ou será que o governo espera que em 90 dias as empresas mudem suas estratégias e se adequem! Só se for com demissão em massa ou falência".

A Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) em conjunto com outras entidades do setor publicou seu posicionamento oficial: "A substituição da alíquota de 4,5% incidente sobre a receita bruta por uma tributação de 20% sobre a folha de pagamentos representa um choque de custo sobre as empresas que dificilmente será absorvido pelo mercado. Tal situação ganha contornos de dramaticidade à luz do fato de que o profissional de TIC tem remuneração 51% superior à média nacional." Assinam o posicionamento Sergio Paulo Gallindo, presidente da Brasscom; Francisco Camargo, presidente da ABES; Jeovani Salomão, presidente da Assespro; e Edgar Serrano, presidente da Fenainfo.

O advogado especialista em Direito Tributário e presidente do Instituto de Estudos Tributários (IET), Rafael Nichele, chama atenção para reflexos em empresas exportadoras. Segundo Nichele, a chamada reoneração da folha impacta no custo tributário das exportações e aumenta despesas no mercado interno porque estabelece um custo fixo mensal. "Uma empresa exportadora, cuja contribuição previdenciária era calculada com base na receita bruta, vai começar a pagar 20% de contribuição previdenciária sobre a folha de pagamentos. Ou seja, essa empresa será reonerada porque ela deixará de contribuir sobre faturamento e voltará a ser sobre a folha", avalia. A expectativa é de aumento de custos de até quatro vezes mais para empresas exportadoras.

Para ilustrar, ele usa como exemplo uma empresa que fatura R$ 1 milhão/mês, exporta 50% desse faturamento e tem um custo de R$100 mil de folha. "Neste caso, a base de cálculo não era R$1 milhão porque as exportações são desoneradas. A base seria o pagamento de 1% sobre R$ 500 mil, ou seja, R$ 5 mil. A partir de julho, essa mesma empresa passará a pagar R$20 mil de tributos".

Para o especialista, a mudança agora é o custo fixo que as empresas terão que antes era variável porque se tratava de uma contribuição sobre o faturamento. Ele explica que, na realidade, uma empresa que trabalha com um tributo com base em custo variável, que depende de quanto se vende, adequa o seu custo ao do faturamento. "Quando se tem um custo tributário com base em uma despesa fixa, que independe de quanto se fatura, se o faturamento cair isso terá reflexo no número de cargos de trabalho, que deverão ser reduzidos". Para empresas que trabalham apenas com o mercado interno, a estimativa é de dobrar os custos com tributos.

Na avaliação do especialista, ao invés de reonerar a folha, o governo deveria desonerar ainda mais para estimular a economia. 

Fonte: CIO From IDG, G1, Eliana Camejo Comunicação Empresarial - Instituto de Estudos Tributários.

Por: Magda Battiston / Contabilidade na TV